Menu
Tudo sobre Publicidade e Design, Mídias Online, Mídias Mobile, Mídias Offline, Mídias Sociais e Design Gráfico

:: Blog ::

A Mídia Exterior

A mídia exterior ou mídia OOH (out of home) é um tipo de publicidade que permite aos anunciantes desfrutar de um envolvimento prolongado com o público no qual outras mídias simplesmente não conseguem se igualar.

Graças aos avanços tecnológicos e à crescente fabricação de dispositivos inteligentes, as pessoas podem responder rapidamente a essas mensagens publicitárias, tornando o Outdoor mais relevante e significativo do que jamais foi.

A mídia exterior é a solução perfeita para atingir esse público ocupado mesmo estando em movimento. Os benefícios exclusivos dessa mídia a tornam uma proposta atraente para os anunciantes.

Algumas das vantagens exclusivas da publicidade exterior:

Exerce grande impacto no público, só superado pela força da televisão. É a mídia que mais rapidamente atinge a massa da população. Em geral, as pessoas circulam pelos mesmos locais diariamente e vêem as placas repetidamente. Além disso, a mensagem concisa e breve facilita a memorização.

O índice de cobertura, calculado a partir de pesquisa de amostragem, permite levantar a quantidade de pessoas que foram expostas à mídia ao menos uma vez. Há pessoas que são expostas ao mesmo anúncio várias vezes, mas isso não é o importante para o cálculo de cobertura de público-alvo, mas sim a quantidade de pessoas que fazem parte do target (alvo) e a quantidade de pessoas que viram o anúncio ao menos uma vez.

A cobertura geográfica está diretamente relacionada com as localidades onde a propaganda é veiculada: • Bairros em uma cidade (por ex. Ipiranga);  • Regiões da cidade (por ex. Zona sul de São Paulo);  • Cidades (por ex. São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro, Curitiba e Porto Alegre);  • Região metropolitana (abrangendo um conjunto de cidades vizinhas, como a região da Grande São Paulo, Grande Rio, etc.);  • Regiões de um estado (por ex.: oeste do Paraná, litoral catarinense, Vale do Jequitinhonha, etc.)  • Estados (por ex. São Paulo, Bahia e Distrito Federal);  • Regiões do país (por ex.: região Sul, Sudeste, Norte, Nordeste, Centro-Oeste);  • Países (por ex. Todo o território Nacional);  • Continentes (por ex. América Latina).

A Periodicidade, intensidade de um anúncio em um determinado período, representa o número de vezes que cada indivíduo ou grupo familiar é exposto a uma mensagem publicitária, durante um determinado período de tempo.

Inovando ao ar livre

O Outdoor não é mais o mesmo que o de tempos atrás. Os rápidos desenvolvimentos tecnológicos, combinados com as crescentes expectativas dos consumidores sobre as marcas, o desafiaram a evoluir.

Com o tempo, a era do papel e cola abriu caminho para a era do engajamento com o consumidor; As campanhas mesclam tecnologia, inovação, criatividade e interatividade com o propósito de capturar e interagir com os consumidores.

Tecnologias e capacidades emergentes deram vida às marcas de maneiras cada vez mais responsivas e criativas, enquanto a integração de tecnologias móveis e digitais com o Outdoor permitiu que os consumidores mergulhassem completamente nas marcas. As oportunidades criativas de instalações de grande impacto também continuaram a crescer, permitindo maiores oportunidades para as marcas capturarem a imaginação de seu público-alvo.

Com o tempo, a era do 'papel e cola' abriu caminho para a era do engajamento do consumidor; campanhas que mesclam tecnologia, inovação, criatividade e interatividade para capturar e interagir com os consumidores.

Nos últimos cinco anos, o digital tem sido a principal fronteira dessa inovação em Outdoor. Tecnologias e capacidades emergentes deram vida às marcas de maneiras cada vez mais responsivas e criativas, enquanto a integração de tecnologias móveis e digitais no Outdoor permitiu que os consumidores mergulhassem completamente nas marcas. As oportunidades criativas de instalações de grande impacto também continuaram a crescer, permitindo maiores oportunidades para as marcas capturarem a imaginação de seu público-alvo.

A MarketDesign por meio de seu amplo e crescente portfólio digital e suas soluções criativas, está sempre antenada nas últimas tendências do mercado.

Tudo isso traduz um enorme potencial criando experiências únicas e memoráveis para as marcas.

Com o uso generalizado de smartphones, a visibilidade fora de casa caminha lado a lado com ações em canais digitais, como as mídias sociais.

Para marcas de alimentos e bebidas, há benefícios claros na utilização de uma abordagem combinada de publicidade no Facebook / outdoor, especialmente na fase de conscientização. O aumento do potencial de exposição, combinado com a facilidade de conexão por aplicativos sociais, pode ajudar a orientar os consumidores em relação às ofertas de seus produtos e aumentar a conscientização entre esses grupos de público.

Nem todas as marcas terão a opção de realizar essas campanhas. Mas para aqueles que podem, vale a pena considerar.

Os cinco dos principais conceitos estratégicos que devem ser observados na publicidade de mídia exterior, são eles:

• Formato: são as opções de espaço (tempo ou área espacial);
• Frequência: número de vezes que o expectador é exposto à mensagem publicitária.
• Continuidade: período de veiculação;
• Cobertura de público-alvo: percentual de pessoas que foram expostas à publicidade;
• Cobertura Geográfica: localidades ou regiões atendidas pelo meio de comunicação.

O primeiro passo para se definir a Cobertura do Público Alvo é estabelecer escalas para diferentes níveis de cobertura.

Uma escala em três níveis:

• Baixa Cobertura (até 39%)  • Média Cobertura (entre 40% e 69%)  • Alta Cobertura (de 70% a 99%)

Em uma campanha promocional de resposta rápida, por exemplo, a alta cobertura é um fator determinante. No entanto, de acordo com o objetivo promocional, soluções de média cobertura com mais continuidade (maior período de veiculação) também tem uma boa resposta.

Conheçendo o público:

Para cada um dos usuários, há diferentes ações:

• Light Users: São os usuários da marca que têm consumo pequeno em relação ao seu potencial. Neste caso, a eficácia da propaganda poderá ser medida com um aumento de frequência de compra e/ou conversão de users de outras marcas;

• Users: São os usuários costumeiros do produto. A propaganda poderá agir para aumentar a frequência de compra ou ainda o compromisso com a marca, ou seja, fidelizar o consumidor e prevenir uma provável desistência de compra ou substituição de marcas;

• Heavy Users: São aqueles que utilizam muito o produto. Os usuários mais frequentes. Neste caso, a propaganda não pode persuadi-los a um uso mais frequente. Eles já estão neste estágio. A comunicação poderá confirmar essa situação de consumo, ou prevenir desistência, mesmo que seja pouco provável.

Também devemos considerar os não usuários de uma categoria ou marca. Podemos classificá-los em dois níveis:

• No Users: Aqueles que não usam o produto ou não são consumidores da marca. Neste caso, induzi-los a um pequeno uso é uma vitória para a campanha.

• Heavy Users da Concorrência: Converter estes usuários da concorrência, mesmo que para um pequeno uso, é uma grande conquista.

Por que usar a mídia exterior?

A publicidade externa permite que os anunciantes desfrutem de um envolvimento prolongado com o público de forma que outras mídias simplesmente não conseguem igualar.

Ela abre marcas para um novo público de passageiros, geralmente jovens, urbanos, abastados e consumidores móveis.

Ao ar livre, os anunciantes podem escolher opções de segmentação.

O transporte urbano nos centros das cidades, perto de lojas e restaurantes, permite que as marcas ofereçam aos consumidores sugestões de produtos próximas ao ponto de venda.

Sua principal função: marcar território, aumentar a exposição da marca do anunciante. Isto porque, em geral, o consumidor está literalmente “de passagem” pela peça publicitária.

É garantir que os anúncios sejam vistos por um grande público em um grande formato. É a maneira mais eficiente e eficaz de causar um impacto grande e memorável nos consumidores.

A mídia externa está mudando a paisagem urbana, transformando a aparência das cidades e permitindo uma inovação das marcas. É a tecnologia de ponta falando mais alto.

A mídia exterior é resistente a alguns dos problemas típicos que ocorrem na publicidade on-line. É completamente imune aos bloqueadores de anúncios, e os anúncios dessa mídia não podem ser ignorados pelo usuário.

Além disso, exige um nível maior de criatividade para atrair a atenção - algo que diminuiu ao longo do tempo com os anúncios gráficos on-line.

Mobiliário Urbano, entendendo o conceito:

Apesar do nome remeter a móveis, o conceito de mobiliário urbano é bem mais amplo.

São equipamentos e objetos, instalados em espaços públicos disponíveis para o uso da população.

Também dão suporte aos serviços da cidade, ajudando em questões como segurança, iluminação e mobilidade urbana.

Como exemplos podemos citar:

·       abrigos e pontos de ônibus
·       pontos de táxi
·       caixas de coleta de correio
·       hidrantes
·       armários da rede telefônica
·       armários da rede elétrica
·       bancos com ou sem costas
·       vasos
·       lixeiras ou papeleiras
·       postes de iluminação
·       postes da rede elétrica
·       postes de sinalização
·       apoios ou parqueamento de bicicletas
·       divisores, guias e balizadores
·       fontes ou bebedouros
·       bancas de jornal
·       bancas de flores ou floreiras
·       relógios
·       mesas com bancos
·       guardas e corrimãos
·       grelhas para caldeiras de árvores
·       estruturas de sombreamento
·       dispensador de sacos para dejetos caninos
·       suportes informativos e expositores
·       estruturas de ginástica para seniors

O mobiliário urbano caracteriza e personaliza as nossas cidades. São, de fato, elementos de design ou mobiliários funcionais. É essencial, em primeiro lugar, garantir o aspecto da acessibilidade em geral e, portanto, a remoção de barreiras arquitetônicas.

Em relação à limpeza, é necessário prever cestos para a coleta, possivelmente diferenciada, de resíduos.

Para que o espaço urbano consiga oferecer às pessoas a possibilidade de encontrar-se e passar tempo livre, é preciso prever:

Áreas equipadas com bancos e assentos de vários tipos, protegidas por sombra de árvores ou abrigos;

Parques infantis, com áreas verdes adequadamente mantidas.

Quem já visitou ou até mesmo morou em uma cidade com poucas placas de identificação e orientação de destino sabe como essas informações fazem falta, não é mesmo?

O mobiliário urbano auxilia a organizar um espaço por meio de placas nas ruas e estradas. Essas informações orientam pedestres, evitam congestionamentos e simplificam a movimentação no geral.

Também ajudam a criar a identidade da cidade, seja por meio das cores, formas ou materiais utilizados.

A iluminação de ruas, avenidas, parques e outros espaços públicos também está no grupo de mobiliário urbano.

Os postes e lâmpadas precisam abranger grandes áreas, além de oferecer conforto visual para os moradores.

As praças e áreas verdes no geral são um dos pontos essenciais no projeto.

Esses espaços reúnem muitos equipamentos voltados para utilização pública como bancos, bebedouros, academias ao ar livre, iluminação, entre outros.

É importante que as peças levem conforto, segurança e sigam um design agradável, que transmita a identidade da cidade.

 

Características essenciais de um mobiliário urbano

o   Funcionalidade
o   Durabilidade
o   Racionalidade
o   Bom desenho
o   Beleza

A ação do tempo e atos de vandalismo fazem com que a durabilidade de um mobiliário urbano seja comprometida muito rapidamente.

Por essa razão, é essencial que se use materiais de qualidade, que durem o máximo de tempo possível, com o mínimo de manutenção e reparos.

O concreto é um material muito utilizado, por ser resistente a grandes impactos e esforços.

O uso de materiais como aço e plástico também é indicado.

Na Europa e nos EUA, pode-se encontrar um mobiliário urbano diferente e original com formato de árvore e equipado com painéis solares. Ele fornece serviços gratuitos como Wi-Fi, estações de carregamento móvel, bebedouro, iluminação noturna e informações relevantes exibidas na tela.

Como integrar objetos e elementos antigos com novos desenhos, modelos e tipos de materiais:

Esse é um problema enfrentado principalmente por cidades históricas que precisam ser preservadas.

A intervenção, de qualquer forma, deve ser contextualizada em relação ao ambiente físico, cultural e social no qual será realizada.

A mídia externa cumpre com o seu objetivo, é preciso apenas escolher os pontos certos que a audiência estará ali.

Em algum momento o consumidor será atingido.

É primordial adotar sempre novas estratégias de marketing, e para isso é necessário aderir posicionamento nas mídias como uma empresa que possui visão de futuro.

Uma marca bem posicionada terá atraente posição competitiva, suportada por fortes associações e ficará muito bem colocada com um atributo desejável.

Capture a atenção dos milhões de consumidores que se movimentam diariamente pelas nossas cidades, seja nas ruas, no transporte público ou dentro de shopping centers, por exemplo.

Alcance seus objetivos com uma mensagem clara, objetiva e um impacto visual feito pela MarketDesign.

Entre em contato agora mesmo e receba uma proposta sem compromisso!

Subir